Com a galera

fim_01web

Nem todo livro a gente começa adorando, e comigo e “Fim”, da Fernanda Torres, foi assim, um começo ressabiado, mas ao longo da história fui me convencendo, até que, ironicamente, o fim foi que fez curtir o livro.

O livro conta a história de cinco amigos cariocas da gema, Álvaro, Silvio, Ribeiro, Neto e Ciro, mas não se mantém a só eles, pois toca também a vida das mulheres que fizeram parte da vida dele -suas mulheres, namoradas, amantes. Cada capítulo é narrado por um personagem (com ocasionais inserções do narrador em terceira pessoa), e as vozes de cada um é muito bem desenvolvida pela autora, tanto que o primeiro capítulo narrado pelo ranzinza Álvaro foi justamente o começo meio árido para mim.

As histórias dos amigos se entrelaçam ao longo do livro e vão construindo um caleidoscópio interessante da vida dos cinco, e o bacana do livro é justamente essa variação esperta da autora na perspectiva que cada personagem tem dos acontecimentos. O que, para mim, é a riqueza do livro é capacidade de Torres de tornar os eventos corriqueiros complexos, nos dando cinco versões daquele mesmo evento; assim uma festa com os amigos é onde um encontra o amor, o outro perde a chance com a mulher dos seus sonhos e outro deixa de lado as inibições. Os personagens são bem construídos e verídicos, fogem bem do clichê do malandro carioca, e trazem insights do ego masculino surpreendentes para uma mulher (eu nunca teria sido capaz!).

Ao ler “Fim” pensei que o seu par ideal seria um tradicional pacote de biscoito “Globo”, já que a praia tem destaque na narrativa. Mas como não faço ideia de como fazer um biscoito desse (gente, alguém sabe?!) então quis fazer um biscoitinho salgado (igual a água do mar) e rapidinho, ideal para servir quando os amigos vierem visitar. Então, voilá, Grissinis de Parmesão.

praia-web

Grissini para os amigos 

Ingredientes:

  • um pacote de massa folhada
  • 50g de queijo parmesão ralado fino
  • 1 gema
  • ervas finas
  • sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo:

  1. Pré-aqueça o forno a 200 graus.
  2. Abra a massa folhada com o rolo, até que a massa fique da metade da espessura inicial.
  3. Corte a massa em tiras finas de mais ou menos 1,5cm.
  4. Pincele a massa por inteiro com a gema.
  5. Jogue por cima da massa as ervas finas, o sal e a pimenta, e parte do parmesão ralado.
  6. Torça a massa com cuidado para deixar o lado pincelado de gema para fora.
  7. Coloque os grissinis em uma assadeira forrada com papel para cozinhar e asse durante 15 minutos ou até dourar (é importante ficar de olho para não queimar!).

 

Anúncios

À primeira vista

guacamole-web

De vez em quando eu quero ler uma coisa fácil, para rir e ficar bem light. Da última vez que isso aconteceu, li “Desde o primeiro instante” da Mhairi MacFarlane. Esse livro, escrito para mulheres, é perfeito para aquele final de semana na praia, onde pensar pouco e rir muito são os objetivos.

O livro conta a história de Rachel, uma mulher na casa dos trinta que está prestes a se casar com o namorado que tem desde os tempos do colégio, mas se dá conta que não está apaixonada pelo noivo e então termina tudo. Em seguida, Rachel reencontra seu melhor amigo da faculdade, Ben, que é lindo, engraçado, legal e… casado. A história alterna entre passado e presente, entre os diferentes momentos do relacionamento dos dois.

O que eu gostei foi do jeito leve da escrita de MacFarlane: as situações, embora as vezes clichê, são engraçadas e o relacionamento de Rachel com os melhores amigos é um ponto alto. O livro me relembrou a época da faculdade, de festas, cervejas e risadas. Ficar acordado até tarde e não ter que trabalhar no dia seguinte, reclamar de provas e encontrar o primeiro amor. Quem não tem saudade desses momentos?

No livro, uma cena importante se passa em um restaurante mexicano e por isso pensei que o par perfeito dessa história teria que ser um delicioso guacamole. Um prato leve, mas cheio de sabor, que lembra noites de primeira rindo com os amigos e cerveja gelada.

P1070625EDITweb

Guacamole Amigo (serve até 6 pessoas)

Ingredientes:

  • 1 abacate
  • 1 tomate picado sem sementes
  • 1/2 pimentão vermelho picado
  • 1 pimenta-dedo-de-moça picada
  • 1/2 xícara de chá de coentro picado
  • 1 cebola pequena
  • 2 a 3 dentes de alho
  • suco de 1 limão
  • sal a gosto

Modo de Preparo:

  1. Amasse os dentes de alho descascados no espremedor de alho, ou corte em cubinhos e depois frite na frigideira até dourar. Reserve.
  2. Pique a cebola em cubinhos pequenos e regue com limão para tirar a acidez.
  3. Com uma faca, corte o abacate ao meio e retire o caroço. Com a ajuda de uma colher, retire a polpa e coloque numa tigela.
  4. Adicione todos os ingredientes picados à tigela com o abacate e misture bem. Tempere com o suco de limão e sal. Sirva com nachos (eu ❤ Garytos).

Escolhas

pipoca-web

O livro de hoje é um livro diferente dos que eu normalmente falo aqui, “O mundo pós-aniversário” de Lionel Shriver. Vou ser bem honesta, eu não amei esse livro. Peguei ele para ler e parei logo no começo. Só voltei a ler depois de uma amiga recomendar muito. Enfim, devo dizer que esse livro não é um livro apaixonante, pelo menos não na minha opinião. Mas é um livro interessante e com uma premissa excelente, só que para mim demorou um pouco para engrenar.

No livro, Irina é uma ilustradora de livros infantis em uma relação estável com Lawrence, um cientista político e os dois são americanos radicados em Londres. Ela trabalha em parceria com uma autora britânica, Jude, que é casada com um famoso jogador de sinuca, Ramsay. Logo os dois casais estabelecem uma rotina de jantarem juntos no aniversário de Ramsay. Tradição que eles mantém com Ramsay, mesmo após ele e Jude se divorciarem. Em um ano, Ramsay e Irina acabam celebrando sozinhos e, neste evento, Irina se vê com uma escolha para fazer: se manter fiel em um relacionamento que já não a satisfaz ou rolar os dados e buscar uma vida diferente com um homem que é o oposto do seu namorado.

E a partir desse ponto, o livro se divide em dois. Passamos a acompanhar a vida de Irina nas duas situações: se ela tivesse escolhido Ramsay ou Lawrence. O legal do livro é que fica claro que não existe uma escolha certa (inclusive a autora é até bem didática com relação a isso) mas sim escolhas diversas. Lionel Shriver conta através de Irina uma história cheia de nuances, que fala bastante de como nossos relacionamentos podem afetar nossa visão de quem nós somos. A autora, de forma inteligente, não fala de escolhas a la “O Efeito Borboleta”, mas mostrando as pequenas diferenças também, e, principalmente, analisando como Irina mesmo muda internamente em função da escolha de parceiro. Eu, que tive dificuldade de me fixar nesse livro no começo, fiquei grudada nele no final.

No livro, Irina adora cozinhar e é ligeiramente obcecada por temperos e pipoca. Por isso resolvi compartilhar aqui duas receitas de pipoca lá do Panelinha, que simbolizam as duas escolhas que Irina poderia fazer. E você, qual você escolhe?

Pipoca Lawrence (com curry e parmesão)

Ingredientes

  • 1/2 xícara de chá de milho para pipoca
  • 2 colheres de sopa de óleo de canola
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de chá de curry
  • 1 colher de chá de coentro em pó
  • 1 colher de chá de pimenta do reino moída na hora
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 xícara de queijo parmesão ralado fino

Preparo:

  1. Numa panela funda coloque o milho de pipoca e o óleo, mexa e tampe. Leve ao fogo médio e deixe estourar, mexendo a panela de vez em quando, segurando no cabo e na tampa fechada, para que o milho não queime.
  2. Quando o intervalo entre um estouro e outro for maior do que 2 segundos, desligue o fogo e transfira a pipoca para uma vasilha.
  3. Numa tigela de vidro, coloque a manteiga e leve ao micro-ondas apenas para derreter. Retire do aparelho e junte o curry, o coentro, o sal e a pimenta e misture.
  4. Despeje a manteiga temperada sobre a pipoca estourada, junte o queijo parmesão ralado e mexa bem para misturar tudo uniformemente. Ajuste o sal se necessário. Sirva imediatamente.

Pipoca Ramsay (com açúcar mascavo e cardamomo)

Ingredientes

  • 1/2 xícara (chá) de milho para pipoca
  • 2 colheres (sopa) de óleo de canola
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 2 bagas de cardamomo
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 pitada de sal

Preparo:

  1. Numa panela funda coloque o milho de pipoca e o óleo, mexa e tampe. Leve ao fogo médio e deixe estourar, mexendo a panela de vez em quando, segurando no cabo e na tampa fechada, para que o milho não queime.
  2. Quando o intervalo entre um estouro e outro for maior do que 2 segundos, desligue o fogo e transfira a pipoca para uma vasilha.
  3. Numa tábua, use uma faca de legumes para cortar, com cuidado, as pontas da baga de cardamomo, em seguida abra ao meio e raspe as sementes. Transfira as sementes para um pilão e macere; se preferir, pique fino com a faca.
  4. Numa panela pequena, junte a manteiga, o açúcar mascavo, a canela e as sementes de cardamomo. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até todo o açúcar e a manteiga derreterem, formando uma calda.
  5. Despeje a calda sobre a pipoca estourada e mexa bem para misturar tudo uniformemente. Tempere com sal e sirva imediatamente.