Um doce de livro

doce-web

“Para todos os garotos que já amei”, da Jenny Han, é um doce de livro. É tão romântico, tão cheio daquela ingenuidade adolescente que as vezes dá até uma certa nostalgia (até você lembrar que ser adolescente era um sofrimento só, com provas de física, espinhas gigantes e hormônios que deixavam você meio enlouquecida).

Lara Jean, a protagonista de Han, é uma menina doce e tímida, vive em um mundo insular com suas irmãs, Margot e Kitty, e seu pai; uma vida tranquila, sem grandes surpresas, e repleta de romances de fantasia. Até que um dia ela é forçada para fora de sua bolha segura, quando todos os meninos de quem ela gostara, e um do qual ainda gosta, recebem cartas que declaram seu amor por eles. Cartas secretas que misteriosamente chegam aos destinatários que nunca deveriam vê-las. É uma premissa meio mamão com açúcar, meio sessão da tarde, mas Lara Jean é uma personagem tão fofa, que você vai deixar para lá essas picuinhas e acompanhar enquanto ela saí da sua concha para descobrir (e o amor) o mundo lá fora, com a ajuda de um dos seus amores, o garoto mais popular da escola, Peter Kavinsky.

O que eu adorei nesse livro foi a habilidade de Han em criar um mundo para Lara Jean. Todo tempo que eu estava lendo, imaginava cada pedaço da sua vida, das suas meias aos pijamas, passando pelos cadernos e tranças elaboradas. Lara Jean é um doce, Peter Kavinsky é lindo e Kitty vai fazer você rir. E vai deixar você morrendo de vontade de comer um doce delicioso (ou pelo menos foi o que aconteceu comigo). Por isso pensei em uma receita bem doce, que vai deixar você suspirando, igual o Peter K. faz com as mocinhas. Brownies é claro!

PTGQJA-web

Brownies para Lara Jean Song

Ingredientes:

  • 340g de açúcar mascavo
  • 3 ovos
  • 300g de chocolate meio amargo picado
  • 1 barra de manteiga sem sal
  • 145g de farinha de trigo
  • 30g de cacau em pó (esse ingrediente é importante para fazer essa casquinha brilhante deliciosa 🙂 )
  • 1/2 xícara de nozes picadas rusticamente
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 1/2 colher de chá de fermento
  • 1 colher de chá de flor de sal ou 1/2 de sal

Modo de Preparo:

  1. Pique o chocolate bem grosseiramente e derreta no microondas com a manteiga por 1 minuto. Depois, mexa até se transformar em um líquido homogêneo e brilhante.
  2. Bata os ovos com o açúcar e adicione à mistura de chocolate.
  3. Acrescente e misture rapidamente a farinha, o cacau e o fermento.
  4. Por último coloque a baunilha e o sal e mexa delicadamente.
  5. Ponha a massa em uma fôrma untada e asse em forno pré-aquecido a 220 graus por 30 a 40 minutos.

Killer Brownies

killer-brownies-web

Você gosta de thrillers policiais? Eu adoro. A-DO-RO. Tem coisa melhor pra uma tarde de chuva que uma pancadaria e um suspense eletrizante? Eu acho que não (culpa de todos os filmes do Van Damme que eu vi com meu pai quando era criança, tenho certeza). Se você também joga nesse time, vou te dar uma dica: Jack Reacher.

Jack Reacher é o herói de um dos papas dos thrillers de ação, Lee Child. Ele é um ex-policial militar (a polícia do exército) que virou um andarilho, sem lenço nem documento. Ele é louro, gigante, forte, inteligente e pegador farpado (o oposto do Tom Cruise, que interpretou o personagem no cinema). É o que as mulheres sonham, e os homens sonham ser. Só um pouquinho inapto socialmente, mas passa, vai. E a alimentação dele consiste basicamente de… café.

Café é a única constante na vida de Reacher. O nosso eficiente matador não liga pra muita coisa: quarto, roupa, carro, tudo é indiferente se tiver uma escova de dente e um café responsa. Em cada livro, ele toma litros e mais litros de café. Se você quiser começar por algum lugar, pode começar por “O último tiro”, que virou filme ou ir na ordem e ler primeiro “Killing Floor”. Eu, particularmente, tô lendo na ordem.

Inspirada por Reacher, pensei logo em unir seu vício com uma sobremesa que é de cair matando (com trocadilho, por favor): brownies. Uma combinação letal. Rsrs

 

Killer Brownies  (serve de 6 a 8 pessoas, mas se deixar aqui em casa eu como tudo sozinha)

Ingredientes:

  • 200g de manteiga
  • 300g de chocolate meio amargo (duas barras)
  • 1 xícara de açúcar (pode ser cristal ou mascavo)
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 3 ovos
  • 2 colheres de chá fermento
  • 3 colheres de chá de café (se você gostar de um gosto mais intenso de café pode aumentar essa quantidade um pouco)
  • 1 colher de chá de essência de baunilha

Como fazer:

– Pré-aqueça o forno à 210 graus.

– Em um assadeira refratária, coloque metade do chocolate picado mais ou menos (não precisa se esforçar muito, não) e coloque para derreter no microondas por um minuto. Adicione a manteiga ao chocolate e coloque de volta no microondas para derreter mais um minuto. Misture bem, até ficar uniforme.

– Adicione agora metade da farinha e misture até ficar uniforme. Coloque o resto da farinha e repita. Faz a mesma coisa com o açúcar, o fermento, a baunilha e o café.

– Adicione os ovos. Um de cada vez e misture bem para a massa ficar com aquela cara brilhante.

– Por último, pique o resto do chocolate até ficar com uns pedaços de 1 x 1cm e adicione à massa. (É essa metade que faz com que ele fique cremoso dentro 😉 )

– Asse durante 30 minutos.

Agora é só servir. Sugestão: servir com sorvete de Praliné da Häagen-Dazs. Hummmm, killer!