Ache o seu Zen

sucoverde-web

Na faculdade, meu (então) namorado me deu um livro que ele tinha acabado de ler e disse: “Lê. Você vai gostar.” Como boa namorada obediente que eu era, eu li. E realmente gostei. Esse livro se chama “Zen e a Arte de Manutenção de Motocicletas” de Robert Pirsig. O título é meio esquisito, para combinar com o livro que também é diferente da literatura bate-caixa de todo dia: é um livro de reflexões e para reflexões.

Nesse clássico americano da década de 70, pai (o próprio autor, apesar do livro não dizer isso) e filho fazem uma roadtrip de moto por estradas secundárias americanas, acompanhados por um casal de amigos, indo de Minnesota para a Califórnia. Durante a viagem, o narrador utiliza a paisagem e a manutenção de sua motocicleta como ponto de partida para reflexões filosóficas, sendo que ele foca bastante na questão da tecnologia.

Na década de setenta, quando o movimento hippie ainda era forte nos EUA, muita gente pregava um modo mais natural de viver, maior contato com a natureza e um certo desprezo pelo máquinário tecnológico, que era visto como capitalista e agressivo. No livro, o casal Sutherland que viaja com Chris e o pai, são desta vertente mais romântica, aonde eles se prendem mais ao ideal do que ao prático. Já o narrador tem um ponto de vista mais analítico, onde ele entende que a tecnologia pode possibilitar melhores interações com a natureza, como quando ele diz no início do livro que viajar na sua moto, sentindo o vento e estando exposto ao ambiente, fazia o sentir-se parte daquele cenário.

Ao longo da viagem, vamos conhecendo melhor a história do narrador e seu passado conturbado. Ele, que era professor em uma universidade foi institucionalizado após se perder na sua busca pela “Qualidade”. Nessas memórias, ele se refere ao seu eu passado como “Fedro”. A trajetória de Fedro então vai dando forma aos ensinamentos que pai e filho compartilham na estrada, até se atingir o equilíbrio.

Eu sei que esse livro é antigo, mas eu acho ele muito atual. Em todos os nichos de consumo existe um retorno ao artesanal. Comida ôrganica, reciclagem de materiais, reutilização de produtos, e até cerveja artesanal, hoje nossa sociedade que passou um bom tempo só consumindo, está se preocupando em consumir mas o fazer pensando em como está consumindo. Essa busca pelo equilíbrio, o mesmo sonho utópico dos filósofos gregos de antigamente, é justamente o Zen do título.

A receita de hoje é um clássico da naturebice. Mas esse clássico natureba só existe com uma mãozinha da tecnologia, o bom e velho liquidificador. Então aí vai, um belo suco verde para você já começar o dia zen.

Suco Verde Zen

Ingredientes:

  • 1/2 copo de couve
  • 1/2 maçã cortada em cubos
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 copo de água gelada
  • 1/2 copo de suco limão
  • gelo a vontade (eu boto gelo em tudo, mas se você não curte, é só não colocar)

Preparo:

  1. Bata tudo no liquificador. Tá pronto! Molezinha máxima 😉
Anúncios

4 comentários sobre “Ache o seu Zen

  1. Carol querida,

    Já há algum tempo que quero te escrever mas por alguma razão sou sempre interrompida. Quero rapidinho te dizer duas coisas: fico encantada com seus posts, acho-os de uma sensibilidade e leveza muito incomuns nos dias de hoje. Dois, sinto um calorzinho gostoso em pensar que te conheço desde de muito jovem e que você se transformou numa mulher tão densa. Tenho me deliciado com suas poesias e também claro que tuas receitas, e me deu uma vontade forte de reencontrá-los. Vou combinar com Monica uma ida a Floripa quando puder encontrar todos os sobrinhos e sobrinho netos. Beijos e saudades Tia Sílvia Silvia Velho silviavelho60@gmail.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s