As berinjelas da Dona Fermina Daza

berinjelas-aquarela-web

Se você vai ler esse blog, eu tenho uma pergunta essencial para você: você já leu Gabriel García Márquez?

Essa pergunta é importante para mim porque os livros do García Márquez são simplesmente absurdos de tão lindos. As histórias são épicas, os personagens cheios de particularidades e vira e mexe tem umas frases tão perfeitas que dá vontade de chorar. Se você ainda não leu, vai correndo agora providenciar, tá? Eu juro que você vai me agradecer.

Mas se você já leu, você já conhece a Dona Fermina Daza e o seu relacionamento complicado com as berinjelas. Em “O amor nos tempos do cólera”, uma das obras mais conhecidas de Márquez (teve até filme com o Javier Bardem, ulalá), nós acompanhamos a história de amor de Fermina Daza e Florentino Ariza, que espera pela amada durante meio século (!), até mesmo depois de ela se casar com o charmoso Dr. Juvenal Urbino.

No começo do livro, Fermina diz a Florentino que  “Está bem, caso-me consigo se me prometer que não me obrigará a comer berinjelas”. Mas o Dr Juvenal Urbino adorava berinjelas, que eram um prato diário na casa da sua mãe. Tradição que manteve em sua casa depois de casar e Fermina teve que se adaptar. Afinal casamento é assim.

Não quero estragar o final, mas te digo que as berinjelas voltam depois para Florentino e Fermina. Um tipo de bandeira branca. Esse livro é daquele tipo que te faz rir e chorar. Faz bem para o coração, assim como as berinjelas.

Então, inspirada pelo amor púrpuro das berinjelas (viu como eu tô poética? É o que o Gabriel faz com a gente) eu decidi fazer uma versão que não aparece no livro, que seria uma inovação para o Dr. Urbino. Uma lasanha. Tem coisa mais cheia de amor do que lasanha? Eu acho que não. Então vamos às nossas berinjelas: viva!

Lasanha de berinjela da D. Fermina (serve 4 pessoas)

Ingredientes:

  • 2 berinjelas grandes ou 3 pequenas
  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 350ml de molho de tomate
  • 300g de carne moída (patinho é a boa)
  • 75g de queijo mussarela
  • Um punhado de manjericão
  • Azeite, sal e pimenta do reino à gosto

Como fazer: (pode até parecer complicado, mas não é, porque se fosse eu não faria)

– Pré-aqueça o forno à 220 graus.

– Lave as berinjelas bem e retire a ponta de cima. Depois fatie as berinjelas de cima para baixo, fazendo fatias longas e mais para finas sem ser carpaccio. Se você tem um descascador de legumes pode fazer com ele, mas eu não tinha e fiz na mão mesmo. Despreze a primeira e a última fatia, pois tem muita casca e ficam duras no meio da beringela.

– Pique a cebola e o alho. Coloque em uma panela com duas colheres de sopa de azeite para refogar. Depois de um minuto, adicione a carne moída e misture bem. Depois de mais um minuto misture, adicione o 3/4 do molho de tomate. Misture tudo bem. Desligue o fogo e acrescente o manjericão. Misture novamente.

– Essa etapa aqui é opcional, mas eu acho que vale a pena. Em uma frigideira anti-aderente, passe as fatias de berinjela rapidamente no azeite e salpique com sal. Pode fazer várias de uma vez. Quantas depende do tamanho da sua frigideira. Coloque as fatias em um prato.

– Em uma tigela refratária, coloque uma camada da berinjelas. Bota uma do ladinho da outra com amor. Coloque a primeira camada em um sentido, depois a segunda camada no sentido inverso (se a primeira for na vertical, a segunda é na horizontal).

– Então coloque metade do recheio de carne. Agora coloque mais uma camada de berinjelas.

– Coloque uma camada de queijo, uma fatia do lado da outra até cobrir as berinjelas, no meu caso duas fatias. Coloque mais uma camada de berinjelas e, sobre esta, o resto do recheio.

– Adicione então a  última camada de berinjelas e por cima uma última camada de queijo.

– Baixe a temperatura do forno para 180 graus e coloque para assar por 35 minutos.

Pronto! Foi sucesso aqui em casa.

Anúncios

4 comentários sobre “As berinjelas da Dona Fermina Daza

  1. Que blog lindo! Eu amo García Márquez. O Amor nos Tempos do Cólera é meu livro favorito na vida. E eu ainda curto lasanha de berinjela. hahaha! Ou seja, amei tudo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s